casa_para_arrendar_2_11_4
Guia Senhorio

5 dicas e conselhos para senhorios principiantes

Arrendar um imóvel não é tão simples como pode parecer. Se tem algum imóvel disponível e está a considerar investir no mercado do arrendamento, conheça alguns dos conselhos a seguir de forma a evitar uma grande dor de cabeça.

 1. Invista tempo na escolha do inquilino

Para garantir que o seu futuro inquilino seja uma pessoa estável e responsável, dedique parte do seu tempo a investigar potenciais arrendatários. Por norma, profissionais e estudantes são opções que lhe poderão trazer mais garantias do ponto de vista financeiro bem como da manutenção do imóvel. Inquilinos que estejam vinculados a um contrato de trabalho são menos susceptíveis de levantar problemas de falta de pagamento de renda.

Por outro lado, se decidir arrendar a estudantes, pode contar com um contrato de relativa curta duração, evitando futuros problemas relacionados com despejos. Em ambos os casos, aconselhamos os senhorios a elaborarem uma lista com perguntas-chave de forma a criar perfis dos inquilinos para poder decidir de forma ponderada e exemplar.

 2. Defina preços razoáveis

Seja justo quando estabelecer o preço mensal da renda. Hoje em dia, arrendar uma casa em Portugal – especialmente em Lisboa e no Porto – tornou-se uma missão quase impossível. Os elevados custos associados à habitação têm obrigado jovens adultos a partilhar casa com terceiros – por vezes desconhecidos – ou a viver com os pais.

Seja honesto. Avalie o tamanho da casa, o número de quartos, as condições do imóvel bem como a sua localização e atribua um valor justo. Caso não esteja familiarizado com a recente legislação, saiba que se for senhorio e aderir ao Programa de Rendas Acessíveis do governo poderá usufruir de benefícios fiscais.

 3. Esteja a par da legislação

Se está decidido a investir no mercado de arrendamento, informe-se a respeito da atual legislação relativa à habitação. Desta forma, evitará cometer erros evitáveis e estará melhor preparado para lidar com toda a logística inerente ao processo de arrendamento.

4. Utilize plataformas online

Quando já tiver escolhido o inquilino ideal e optado pela renda mais justa, é tempo de colocar o seu anúncio de arrendamento no mercado. Para além das tradicionais imobiliárias que o podem ajudar, para garantir que o seu anúncio de arrendamento seja visto por um elevado número de pessoas aposte nas plataformas online. A Uniplaces, HomeAway, HouseTrip e Booking são algumas das plataformas que o podem ajudar. E por que não aumentar as suas oportunidades de negócio e anunciar em várias ao mesmo tempo?

5. Não invista em obras irrelevantes

Lembre-se que nem todas as obras são vantajosas. Fazer obras no imóvel podem trazer uma mais-valia do ponto de vista financeiro. Contudo, lembre-se que obras irrelevantes, ou seja, que não trazem qualquer valor ao imóvel, não representam um investimento para os proprietários. Invista em obras e melhorias que tragam um valor acrescido ao imóvel.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *