fe5e772b27f708bf0fe9f35ef1be7d38
Notícias

Banco de Portugal ameaça redução do crédito à habitação

Apesar da crescente falta de habitação para muitas famílias, o ramo imobiliário em Portugal vive momentos áureos. Porém, com base nos preços do imobiliário residencial que cresceram cerca de 20% entre final de 2013 e Junho de 2017, o Banco de Portugal (BdP) revelou ter dúvidas quanto à capacidade das famílias fazerem face às dívidas e anunciou possíveis reduções na concessão de crédito à habitação.

BdP invoca cautela

A instituição financeira dirigida por Carlos Costa apelou às instituições bancárias cuidado aquando da concessão de crédito à habitação: “é fundamental que as instituições financeiras continuem a avaliar adequadamente e de forma prospetiva a capacidade de crédito dos mutuários, evitando a assunção de riscos excessivos nos novos fluxos de crédito, nomeadamente no crédito à habitação,” avisou o Banco de Portugal no Relatório de Estabilidade Financeira, divulgado no dia 6 de dezembro.

“Os desenvolvimentos do preço no mercado imobiliário podem acarretar riscos para a estabilidade financeira na medida em que conduzem ao relaxamento dos critérios de concessão de crédito à habitação num contexto de elevado endividamento das famílias,” salientou o o BdP.

No relatório, o BdP revelou ainda que “o crescimento dos preços da habitação não está sincronizado com o ciclo de crédito o que é relevante do ponto de vista da estabilidade financeira.” Em causa está o endividamento das famílias e a acumulação de crédito malparado nos Bancos. “Existe uma percentagem significativa de famílias com níveis de endividamento muito elevado face ao seu rendimento,” insiste o Banco central português.

O que vai mudar na concessão de crédito?

Embora não existam medidas oficias, o BdP admitiu estar a ponderar alterações no processo de financiamento para a habitação. Entre elas estará uma maior exigência na taxa de esforço bem como a apresentação de mais garantias, o que poderá dificultar a concessão de crédito a clientes mais endividados.

Balanço da concessão de empréstimos

O relatório do BdP anunciou ainda que, no primeiro trimestre, a concessão de novos empréstimos à habitação assinalou um crescimento de cerca de 40% em termos homólogos e a percentagem de transações de casas financiadas por recurso a crédito aumentou para 45%, face ao mínimo de 20% em 2013 (65% em 2009).

Confira o Relatório de Estabilidade Financeira completo aqui

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *