taxa juro
Notícias

Cai a taxa de juro do crédito à habitação mas prestação fica inalterada

A taxa de juro implícita no crédito à habitação voltou a cair em junho para os 1,007% face aos 1,012% em maio. No entanto, a prestação média manteve-se inalterada.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de juro implícita no conjunto de contratos de crédito à habitação caiu em junho depois de ter ficado inalterada em maio pela primeira vez em três anos. A taxa ficou em 1,007% em junho, uma queda 0,5 pontos base do que a taxa observada em maio (1,012%). Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita fixou-se em 1,766% em junho, um aumento de 10,6 pontos base faze a maio.

No destino de financiamento Aquisição de Habitação, o mais relevante no crédito à habitação, a taxa de juro implícita em junho para o total dos contratos foi 1,027%, 0,3 pontos base abaixo do valor observado no mês anterior (1,030%), de acordo com o INE.

Apesar da queda nas taxas de juro, o valor médio da prestação vencida para o conjunto de contratos de crédito à habitação ficou inalterado em 237 euros, valor que se repete pelo décimo mês consecutivo. Em junho, o montante de capital médio em dívida para a totalidade dos contratos de crédito à habitação, caiu 3 euros em junho face a maio, fixando-se nos 51.532 euros.

taxa_juro

 

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *