Uniplaces

Conheça a Itziar, senhoria Uniplaces em Barcelona

Chamo-me Itziar, trabalho na indústria da acomodação há quase 15 anos. Comecei com arrendamento de curta duração para turistas e, pouco a pouco, passei a acomodar estudantes. Não só para estudantes, mas a fazer ambos. É o que fazemos actualmente.

 

O dia em que ouviu falar da Uniplaces

Lembro-me muito bem porque estava de férias em Setembro, há dois anos, em Formentera nas Ilhas Baleares com amigos, com uma vista idílica. De repente recebo um telefonema, “estou a ligar-lhe da Uniplaces”. O que é isso? Depois explicaram-me o que era a empresa. Isso foi há dois anos, logo no início. Falaram-me da empresa e achei boa ideia. Quando voltei a Barcelona voltei a entrar em contacto. Mudou muito desde então mas na altura comecei com algumas propriedades.

 

A Uniplaces ajuda porque…

O marketing e os recursos que precisamos para chegar aos estudantes são muito fortes. Sendo uma empresa pequena, não temos isso, por isso é bom usar este tipo de plataformas para chegar a qualquer tipo de estudante. Não só Erasmus nem europeus, mas também americanos ou asiáticos. Quanto mais popular a plataforma, o melhor para toda a gente que a usa. Temos mais tempo para nos dedicar às questões importantes. Só porque temos mais tempo porque poupamo-lo em publicar o apartamento e também temos contratos mais longos, por isso também facilita as operações porque só lá vamos uma vez. Os estudantes que vêm da Uniplaces são respeitadores e isto também poupa tempo e dinheiro. Depois pode considerar encontrar mais apartamentos porque todo o processo funciona bem.

 

Arrendar a estudantes

Eu penso que tem de se ter experiência para o fazer. Não é assim tão fácil. É um público-alvo específico que trabalha muito bem dependendo da cidade. Em Barcelona funciona completamente e cresce todos os anos. É um bom negócio aqui mas, ao mesmo tempo, pode ser arriscado. Também porque aqui os cidadãos em geral têm de lidar com a lei. Em Barcelona são muito estritas, por isso os vizinhos podem ficar confusos. Podem pensar que é um apartamento de turistas quando não é. É preciso saber onde colocar estes estudantes, não podemos pô-los em qualquer sítio. Sim, recomendaria.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *