euribor
Investimento

Euribor: o que é e para que serve?

Se está a pensar recorrer a um crédito à habitação ou outros produtos financeiros como créditos pessoais, provavelmente já se deparou com as taxas Euribor. Mas afinal o que são e para que servem estas taxas?

A Euribor ou taxa Euribor refere-se a um conjunto de taxas que se baseiam na média das taxas de juros praticados em empréstimos interbancários em euros. Durante este processo, as cotações que caem nos 15% mais altos e mais baixos são removidas para manter a média mais precisa possível. Por outras palavras, a taxa Euribor reflete o preço a que os bancos dispõem o dinheiro no mercado e que serve de referência à maior parte dos empréstimos à habitação. É, portanto, o preço que o consumidor terá de pagar pelo adiantamento do crédito.

Esta taxa surgiu em 1999 com a introdução do euro, a moeda única da União Europeia, tendo o seu nome origem na fusão das palavras “Euro Interbank Offered Rate”.

Deste modo, a Euribor baseia-se nas taxas de juro médias estabelecidas por um painel de cerca de 50 bancos europeus que emprestam uns aos outros. Os prazos de empréstimo variam de uma semana para um ano e as taxas são consideradas entre as mais importantes no mercado monetário europeu.

As taxas da Euribor baseiam-se em acordos entre um vasto número de bancos europeus e o nível das taxas são determinados com base em fatores como a oferta e a procura. Contudo, existem outros fatores, como o crescimento económico e a inflação que influenciam igualmente o nível destas taxas.

Contudo, existem vários tipos de Euribor, em função dos prazos dos créditos: a uma semana, a um mês, a seis meses ou a um ano. Assim, as taxas Euribor são fixadas uma vez por dia, por volta das 10h, hora de Lisboa e são publicadas para os vários prazos (1,3 6 e 12 meses).

Qual a importância da taxa Euribor?

 As taxas Euribor são importantes porque fornecem a base para o preço ou a taxa de juros de todos os tipos de produtos financeiros, como swaps de taxas de juros, taxa de juros no futuro, contas poupança, e possivelmente o mais importante, empréstimos hipotecários.

Em muitos países europeus, a taxa de juros que deve ser paga por um empréstimo ou hipoteca de curto prazo é determinada pela taxa Euribor. Quando a taxa de Euribor aumenta, os juros que devem ser pagos aumentam também e vice-versa quando esta cai. Quando alguém decide optar por uma hipoteca com base numa taxa de juros variável, é anunciado com antecedência que o cliente deverá pagar a taxa Euribor (geralmente o Euribor 1 mês ou 3 meses) mais uma comissão fixa, por exemplo Euribor + 1%.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *