lisboa-leilao
Notícias

Leilão de edifícios do Estado quer atrair moradores para Lisboa

São 13 os edifícios que o Estado leva a leilão já nesta sexta-feira, dia 31 de março, todos localizados em zonas nobres da capital. Os prédios são propriedade dos Hospitais Civis de Lisboa e estão, na maioria, desocupados e a precisar de obras profundas de reabilitação.

Para o Governo, esta é uma excelente oportunidade para investidores imobiliários interessados em adquirir propriedades na capital para transformar em edifícios de apartamentos para vender ou arrendar, atraindo mais residentes para o centro da cidade.

Os prédios em leilão têm um valor base de licitação agregada de 7,6 milhões de euros, numa iniciativa organizada pela Direção-Geral do Tesouro e Finanças e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central. As receitas serão integralmente aplicadas em investimentos de substituição de equipamentos médicos.

Os edifícios em venda situam-se na Calçada dos Barbadinhos (em São Vicente), Rua do Passadiço (perto da Av. da Liberdade), Rua da Palmeira (Príncipe Real), Calçada do Combro, Rua das Gáveas (Bairro Alto), Rua da Bela Vista à Graça, Travessa do Cabral e Calçada Salvador Correia de Sá (Cais Sodré), Rua do Benformoso (Martim Moniz) e Rua dos Poiais de S. Bento.

Os pormenores de cada espaço podem sem consultados aqui.

Os interessados podem pedir mais informações, incluindo marcação de visitas aos espaços através do endereço de e-mail leilão.esclarecimentos@chlc.min-saude.pt. O leilão está marcado para as 15h30 do dia 31 de março, no Hotel Plaza em Lisboa.

 

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *