como-funciona-o-seguro-de-vida
Investimento

Quais os seguros obrigatórios no crédito habitação?

Se está a pensar contrair crédito para comprar casa, é possível que já se tenha deparado com a incerteza de quais os seguros obrigatórios e/ou facultativos inerentes à contração deste empréstimo.

Assim, ao recorrer ao crédito habitação é importante conhecer quais os seguros obrigatórios e facultativos bem como compreender qual a finalidade da aplicação dos mesmos.

Seguro de Vida

Embora não seja obrigatório por lei, desde que as apólices contemplem as coberturas mínimas exigidas para a celebração do contrato de crédito, na maioria dos casos, os bancos poderão pedir que contraia o seguro de vida. No entanto, cabe à instituição financeira informar o cliente desta “cláusula” no contrato à habitação antes do acordo ficar fechado.

Por norma, os bancos impõem o seguro de vida como uma garantia do risco associado ao empréstimo, assegurando o potencial risco que está a incorrer ao conceder crédito. Do ponto de vista do credor, o seguro de vida poder ser um fator de confiança e segurança financeira a nível familiar. No trágico evento de morte ou invalidez do credor, resultando na impossibilidade de continuação do pagamento do empréstimo, o seguro de vida amortece o resto (ou parte, consoante o regime de contratação) do crédito em dívida, ficando assim o imóvel adquirido ileso de ser hipotecado pelo banco.

No entanto, é importante salientar que não é obrigatório realizar o seguro no banco que lhe irá conceder o empréstimo. Desde que o beneficiário dos seguros seja o credor hipotecário – o banco que financia o empréstimo – é possível optar por uma seguradora que lhe proporcione uma oferta mais vantajosa.

Seguro Multirriscos

O seguro multirriscos, tal como o nome indica, cobre diversos tipos de riscos que o imóvel possa vir a sofrer. Deste modo, quando um proprietário adquire uma propriedade horizontal é obrigado, por lei, a contrair um seguro que proteja a habitação pelo menos contra incêndios. Contudo, tornou-se cada vez mais habitual as seguradoras apresentarem coberturas adicionais e/ou optativas que, além das coberturas do edifício, oferecem também coberturas de recheio, em caso de assaltos, e cobertura de outros riscos para a habitação. A obrigatoriedade do seguro contra incêndios tem como principal intuito proteger moradores e/ou proprietários tanto de eventuais danos físicos como materiais, protegendo o imóvel contra imprevistos incontroláveis.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *