menu
Investimento

Gás ou eletricidade: qual é mais barato?

Equipa Uniplaces

Na hora de remodelar uma casa, uma das perguntas mais importantes é “devo usar gás ou eletricidade?”. A dúvida é muito comum, principalmente quando se fala em consumo, qualidade e preço. Há quem diga que o sistema de aquecimento a gás é mais favorável, entretanto não está disponível em qualquer localização e pode ter um custo de instalação demasiado alto.

Escolher entre um sistema e outro será crucial no futuro quando arrendar sua moradia para estudantes. O inverno em Portugal pode não ser rigoroso, mas a maior parte das casas não estão preparadas para o frio e a humidade. Outro fator importante é saber se há redes de gás natural na sua região, caso opte por essa solução e se vale a pena remodelar apenas para trocar o sistema.

O aquecimento elétrico pode parecer mais caro, porém há formas de torna-lo mais rentável se bem utilizado. Se for por essa lógica, procure bons termo-acumuladores, pois muitos no mercado têm tempo cronometrado de água quente, o que dificulta imenso os banhos no inverno e pode deixar seus inquilinos descontentes. Sem falar que o “barato sai caro”, ou seja, nem sempre é melhor escolher a solução mais em conta, já que pode precisar muita manutenção no futuro.

Faça pesos e medidas, veja qual seria o consumo da sua morada com todos os quartos ocupados, deixando margem para mais e para menos. Você pode simular as tarifas de gás e eletricidade no portal da Deco.

Se tiver gás natural na sua rua e prédio e a instalação for viável, esta pode ser a melhor alternativa. A evolução do preço deste recurso é mais lenta que das outras formas de energia. Apesar da instalação cara e trabalhosa, requer pouca manutenção. As caldeiras de condensação supõem uma maior eficácia e dão melhores resultados.

Algumas dicas importantes também podem ajudar a reduzir seu consumo de eletricidade se fizer uso com sabedoria. Por exemplo, eleja uma tarifa bi-horário. “O que é isso?”, pergunta você. Basicamente é uma divisão de horas no dia em que o consumo de eletricidade fica bem mais em conta. Muitas vezes o horário mais barato é entre 20h e 8h, depende do prestador de serviço.

Com esse tipo de informação, basta esclarecer os seus inquilinos sobre horários para utilizar máquinas de lavar e secar ou aparelhos similares que remetam grande consumo de energia. Também podes acordar um valor X, que quando ultrapassado deverá ser inteirado pelo inquilino.

O mais importante é estar sempre de olho nos medidores e lembrar-se de contactar as empresas para passar os números mensalmente, evitando possíveis reajustes inesperados.

Gás ou eletricidade, tudo vai depender de si e da sua necessidade. Pesquise bem as tarifas de todas as operadoras antes de fechar negócio, pois isso pode sempre implicar em descontos ou até mesmo em evitar trocas de plano custosas.

Thanks for reading this post

Reset Filters